Resgatar o associado e mostrar os inúmeros benefícios de ser um membro ativo da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte estão entre as principais metas do novo presidente eleito para a gestão 2017-2019, o médico especialista em Medicina do Exercício e do Esporte Marcelo Bichels Leitão, de Curitiba (PR).

“Muitos não sabem, mas todo associado que paga à Sociedade a anuidade de R$ 600,00 ganha acesso gratuito à revista científica Current Sports Medicine Reports do Colégio Americano de Medicina Esportiva, que se fosse assinada à parte custaria R$ 1.100,00 por ano. Novas ações também estão em curso. Entregaremos entre fevereiro e março do ano que vem o direito do associado participar sem nenhum custo adicional do curso online sobre medicina esportiva do exercício e do esporte que estamos preparando, e que outros interessados terão que pagar em torno de R$ 700,00”, antecipa o doutor Marcelo Leitão.

Além disso, o associado quites tem descontos exclusivos para participar do Congresso Mundial, que acontecerá em 2018 no Brasil e terá grande repercussão internacional.

Outras estratégias pensadas pela nova diretoria para fortalecer a Sociedade e valorizar o associado ativo incluem:

  • criar uma reunião científica itinerante, que será realizada a cada dois meses em uma sede diferente para aumentar a aproximação e a interação da Sociedade nacional com as regionais;
  • revisar as diretrizes existentes e publicar orientações inéditas sobre assuntos da atualidade e que geram muita discussão, como a conduta correta diante de uma concussão e a importância da atividade física para a saúde da mulher e do idoso;
  • elevar o nível da Revista Brasileira de Medicina do Esporte (RBME). “Hoje ela está indexada apenas à SciELO e queremos incluí-la também na PubMed, que é a maior base de dados internacional. Para tanto, ela passará por um processo para se tornar bilíngue, com versões em português e inglês, e tão logo se transformará em trilíngue, com textos também em espanhol. Com isso, criaremos um círculo virtuoso, já que os artigos publicados na RBME passarão a ser mais citados nas pesquisas e, consequentemente, os autores irão nos procurar para inscreverem seus estudos”, esclarece o novo presidente. 

Artigos Similares