TÍTULO DE ESPECIALISTA EM MEDICINA ESPORTIVA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO EXERCÍCIO E DO ESPORTE


 

Inscrições abertas a partir de 22 de abril

Preencha a ficha de inscrição e envie, juntamente com seus documentos, para a SBMEE aos cuidados de Neuza Mitsunaga.
Av. Brigadeiro Luis Antônio, 278 – 7º andar – CEP 01318-901
São Paulo-SP
secretaria@medicinadoesporte.org.br


 

Baixe o edital na íntegra

 

A Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) informa que estarão abertas no período de 22 de abril a 31 de julho de 2017 (data de postagem) as inscrições para a Prova para obtenção do Título de Especialista em Medicina Esportiva, emitido pela SBMEE e pela Associação Médica Brasileira (AMB).

O Título de Especialista em Medicina Esportiva (TEME) emitido pela SBMEE / AMB identifica o profissional médico com formação acadêmico-científica adequada e apto a exercer a especialidade com ética, responsabilidade e competência. Os critérios aqui estabelecidos estão de acordo com a Normatização da Concessão do Título de Especialista em Medicina Esportiva (4ª revisão), publicada na Revista Brasileira de Medicina do Esporte em nov/dez de 2005, e estão de acordo com as exigências estabelecidas no convênio firmado entre o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Associação Médica Brasileira (AMB) e a Comissão Nacional de Residência Médica em 11/04/2002; na Normativa de Regulamentação para Obtenção de Título de Especialista ou Certificado de Área de Atuação da AMB, de 13/01/2004, na Resolução 1763/2005 do CFM, na resolução CFM nº 1.634/2002 de 29/02/2002 e na Resolução CFM nº 2.149 DE 03/08/2016.

A Prova para obtenção do TEME inclui a Prova Escrita de caráter eliminatório, outra Teórico-Prática e uma Prova de Habilidades. As Provas ocorrerão no Windsor Barra Hotel & Congressos, Av. Lucio Costa, 2630- Barra da Tijuca- Rio de Janeiro, CEP 22620-172 Telefone: (21) 2195-5000 , na cidade do Rio de Janeiro - RJ, obedecendo aos seguintes dias e horários: Prova Escrita: dia 13 de setembro de 2017, das 9 às 12 horas, Prova Teórico-Prática: dia 14 de setembro de 2017, das 9 às 12 horas e Prova de Habilidades: dia 14 de setembro de 2017, das 14 às 18 horas.

I - Documentos necessários para inscrição:

 

1. Solicitação de inscrição assinada pelo candidato e encaminhada à Diretoria Científica da SBMEE constando nome completo, endereço residencial, endereço comercial, endereço de e-mail e telefones/fax para contato;
2. Cópia do documento de identidade do CRM definitivo;
3. Certidão de nada-consta emitida pelo CRM;
4. Curriculum vitae comprovado com os documentos adequados;
5. Comprovante dos itens 1, 2 e 3 da parte II do presente edital;
6. Cheque nominal à ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MEDICINA DO EXERCÍCIO E DO ESPORTE referente à taxa de inscrição no valor de R$ 1.320,00,00 (Um mil e trezentos e vinte reais) ou de R$ 1.200,00 (Um mil e duzentos reais) para os sócios quites da Associação Médica Brasileira (AMB), em situação regular e comprovada no ato da inscrição.
OBS.1 : A documentação deverá ser encaminhada em envelope claramente identificado:
“Prova de Titulo de Especialista em Medicina Esportiva" e assim endereçada:
Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte - Diretoria Científica -
Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 – 7o andar - sala 05.
CEP: 01318-901 (Centro) – São Paulo – SP

 

OBS.2: Os solicitantes que enviarem todos os documentos necessários receberão uma
confirmação de inscrição via fax, correio ou e-mail; entretanto, essa confirmação não tem
caráter oficial, havendo a possibilidade por razões diversas do não recebimento por parte do
candidato; assim sendo, o candidato deverá permanecer atento às datas e, caso não receba
a confirmação, deverá entrar em contato com a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício
e do Esporte, através dos telefones/fax: (0xx11) 3106-7544 / 3106-8611.

OBS.3: Serão aceitos somente os documentos enviados pelo correio e no ato da inscrição,
não sendo aceita em hipótese alguma a adição posterior de documentos ou o envio de cópias
de documentos por Fax, e-mail ou qualquer outro meio.
OBS.4: As remessas recebidas que não contiverem um ou mais dos itens acima não serão
processadas e desta forma o solicitante não estará inscrito para a Prova. Nestes casos, o
cheque não será depositado, mas somente será devolvido ao próprio emitente em pessoa ou
por correio, caso seja fornecido envelope previamente endereçado e selado. A devolução da
documentação recebida estará submetida às mesmas condições. Caso a documentação não
seja reclamada num prazo de 60 dias a mesma será destruída.

OBS.5: As inscrições que forem enviadas após 31 de julho de 2017 (conforme a data do
carimbo do correio) não serão processadas e desta forma o solicitante não estará inscrito
para a Prova; não serão aceitas solicitações de inscrição e cópias de documentos enviadas
por Fax ou e-mail. Nessa situação a devolução da documentação segue as orientações da
OBS4.

OBS.6: Informações sobre a inscrição no evento que abrigará a prova (29º Congresso
Brasileiro de Medicina do Exercício e do Esporte) podem ser obtidas através da empresa
organizadora “Vestha Negócios Integrados e Produções”, através do telefone (0xx11) 3168-
3551 ou na própria Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte,
telefones/fax:(0xx11) 3106-7544/3106-8611 ou ainda no site
www.medicinadoesporte.org.br.

OBS.7: A inscrição do candidato pressuporá o conhecimento e a incondicional aceitação das
normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar
desconhecimento.

 

II – Pré-requisitos para inscrição na Prova do TEME

 

a) Ter completado o curso de Residência Médica em Medicina Esportiva reconhecida
pelo CNRM/MEC.
OU
b) Ter Certificado de Conclusão de Estágio/Treinamento em Medicina Esportiva
com duração e características semelhantes ás do programa de Residência Médica
em instituições credenciadas pela SBMEE.
OU
c) Atuação profissional em Medicina Esportiva por no mínimo 4 (quatro) anos,
comprovada através de carta do diretor/coordenador da Instituição onde se deu a
atuação profissional.

Obs.1- os candidatos deverão satisfazer os pré-requisitos dispostos nos itens a, b e c até a
data limite para inscrição neste concurso, ou seja, 31 de julho de 2017.

Obs.2- A capacitação para o candidato prestar o exame será verificada durante a análise
curricular que será realizada após o prazo final de envio das correspondências. Caso o
candidato seja considerado inapto a prestar o exame, o dinheiro da inscrição será devolvido
integralmente ao mesmo.

 

III – Critérios para aprovação na Prova do TEME

1. Obter no mínimo 50% de acerto na Prova Escrita; o candidato que não satisfizer este
critério será eliminado, independentemente da pontuação total;
2. Obter no mínimo 60% do total de pontos possíveis, que corresponde ao somatório dos
pontos das Provas Escrita, Teórico-Prática e de Habilidades.

 

IV – Provas

 

O Exame compreenderá 3 fases e obedecerá às seguintes disposições:
1. PROVA ESCRITA
A Prova Escrita terá uma pontuação de, no máximo, 50 pontos que correspondem a
questões de múltipla escolha.
2- PROVA TÉORICO-PRÁTICA.
A Prova Teórico-Prática terá uma pontuação máxima de 40 pontos. As questões
teórico-práticas poderão ser escritas, através de cenários clínicos, ou orais.
3. PROVA DE HABILIDADES
A Prova de Habilidades terá uma pontuação máxima de 10 pontos na avaliação de
situações de habilidades em Medicina do Exercício e do Esporte.
A Prova Escrita terá caráter eliminatório. Os candidatos que não obtiverem ao menos
50% de acerto, ou seja, 25 pontos, serão sumariamente reprovados e não participarão das
fases seguintes do exame.
Os candidatos que obtiverem pontuação inferior a 60% (60 pontos) na soma das
notas das Provas Escrita, Teórico-Prática e de Habilidades serão sumariamente reprovados.
PONTUAÇÃO GERAL E CRITÉRIO PARA APROVAÇÃO
Os candidatos receberão até 50 pontos na Prova Escrita, 40 pontos na Teórico-
Prática e 10 pontos na de Habilidades, perfazendo um total máximo possível de 100
pontos. Para aprovação, é necessário obter um mínimo de 50% nas Provas Escrita,
Teórico-Prática e de Habilidades e ao mesmo tempo uma pontuação total de no
mínimo 60 pontos.
4. CONDIÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DAS PROVAS ESCRITA, TEÓRICO-PRÁTICA E DE
HABILIDADES
4.1.A Prova para obtenção do TEME inclui a Prova Escrita de caráter eliminatório, a
Prova Teórico-Prática e a Prova de Habilidades, que ocorrerão no Windsor Barra
Hotel & Congressos, Av. Lucio Costa, 2630- Barra da Tijuca- Rio de Janeiro, CEP
22620-172, : (21) 2195-5000, obedecendo aos seguintes dias e horários:
Prova Escrita dia 13 de setembro de 2017 das 9 às 12 horas, Prova
Teórico-Prática dia 14 de setembro de 2017 das 9 às 12 horas e Prova
de Habilidades dia 14 de setembro de 2017, das 14 às 18 horas, nas
salas designadas Auditório Roberto Mizobuchi e Auditório Maurício
Rocha.
4.2.A lista de aprovados será divulgada até duas semanas após a realização
da mesma, no site da SBMEE;
4.3.O candidato deverá comparecer ao local da Prova com pelo menos 30 (trinta)
minutos de antecedência em relação ao horário previsto para o seu início.
4.4.Somente será admitido à sala da Prova Escrita o candidato que portar o original
do seu documento oficial de identidade, sendo aceita Carteira expedida pelo
Conselho Regional de Medicina do seu estado; Carteira expedida pela Secretaria
de Segurança Pública do seu estado; Carteira expedida pelas Forças Armadas;
Passaporte; Carteira Nacional de Habilitação emitida nos termos da Lei Federal
no. 9503/97 (com foto); ou Carteira de Trabalho e Previdência Social. O
documento apresentado deverá estar em perfeitas condições, de modo a permitir
com clareza a identificação do candidato (retrato e assinatura). Não serão aceitos
protocolos ou qualquer outro documento que impossibilite a clara identificação do
candidato e a verificação de sua assinatura. Não haverá, sob qualquer pretexto,
segunda chamada e nem será justificada falta, sendo considerado eliminado do
exame o candidato que faltar à Prova Escrita.
4.5.Não será permitido, sob hipótese nenhuma, qualquer tipo de consulta a qualquer
material que contenha informações sobre medicina, bem como porte e/ou
utilização de meios eletrônicos que possibilitem comunicação à distância, e nem
comunicação interpessoal.
4.6.Será eliminado da Prova o candidato que:
4.6.1. Ausentar-se da sala da Prova sem o acompanhamento do fiscal ou antes de
decorrido o prazo fixado para saída;
4.6.2. Não devolver a Folha de Respostas e a Prova;
4.6.3. Durante a realização da Prova for surpreendido em comunicação com outro
candidato ou com terceiros, através de qualquer forma;
4.6.4. For flagrado consultando livros, periódicos ou qualquer material ou meio
eletrônico que contenha informações sobre medicina;
4.6.5. Estiver portando e/ou utilizando qualquer equipamento eletrônico de
comunicação;
4.6.6. Lançar mão de qualquer meio ilícito para realizar a Prova.
4.7.Não haverá prorrogação do tempo previsto para a realização da Prova em virtude
de afastamento do candidato da sala da Prova, por qualquer motivo.
4.8.Os três últimos candidatos somente poderão sair juntos.
4.9.O candidato que não observar o disposto no item anterior, insistindo em sair do
local da aplicação da Prova, deverá assinar termo desistindo da Prova e, caso se
negue, deverá ser lavrado Termo de Ocorrência, testemunhado por dois outros
candidatos, pelos fiscais e pelo executor.
4.10. O candidato deverá transcrever as respostas de todas as questões objetivas
para a Folha de Respostas, que será o único documento válido para efeito de
correção. O preenchimento da Folha de Respostas deverá ser realizado somente
com caneta preta ou azul e será de inteira e exclusiva responsabilidade do
candidato, que deverá proceder conforme as instruções contidas na capa do
caderno de questões. Não haverá substituição da Folha de Respostas.
4.11. Na correção da Folha de Respostas será atribuída NOTA ZERO à questão:
a) com mais de uma opção assinalada;
b) sem opção assinalada;
c) com emenda ou rasura.
4.12. Os candidatos somente poderão se ausentar da sala da Prova após decorrida
uma hora do seu início.

 

V - Conteúdo programático das Provas Escrita, Teórico-Prática e de Habilidades

1. Fisiologia do exercício: bioenergética, fisiologia muscular esquelética, efeitos agudos e
crônicos do exercício sobre órgãos e sistemas, princípios da avaliação funcional e
prescrição de exercícios;
2. Epidemiologia do exercício: histórico, papel da atividade física na prevenção primária de
doenças, relação dose-resposta entre atividade física e redução da morbi-mortalidade;
3. Avaliação e condutas clínicas direcionadas a indivíduos que participam da prática de
atividade física ou de exercícios competitivos: indivíduos aparentemente saudáveis,
desportistas e atletas;
4. Avaliação e condutas clínicas direcionadas a indivíduos que participam da prática de
atividade física e/ou de exercícios competitivos e fazem parte de grupos especiais:
crianças, idosos, mulheres, portadores de doenças crônico-degenerativas (hipertensos,
miocardiopatas, coronariopatas, diabéticos, pneumopatas crônicos, nefropatas,
portadores de doenças neurológicas, etc.) e portadores de deficiências;
5. Ortopedia e traumatologia desportiva com ênfase nas medidas de prevenção e
reabilitação de lesões;
6. Cineantropometria;
7. Doping e controle anti-doping;
8. Cardiologia do esporte.

 

VI - Bibliografia sugerida

• ACSM’s Exercise Management for Persons with Chronic Diseases and Disabilities
(American College of Sports Med) – 14 May 2016 by American College of Sports
Medicine (Author).
• ACSM’s Guidelines for Exercise Testing and Prescription 1 Feb 2017 by American College
of Sports Medicine (Author).
• Amatuzzi MM, Carazzato JG. (eds). Medicina do Esporte. São Paulo: Rocca, 2004.
• American Journal Sports Medicine: artigos publicados nos anos de 2007, 2008 e 2009.
• Brukner & Khan's Clinical Sports Medicine– 1 Jan 2012 by Peter Brukner (Author),
Karim Khan (Author).
• Carvalho T, Nóbrega ACL, Lazzoli JK, Magni JRT, Rezende L, Drummond FA et al.
Posicionamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte sobre atividade
física e saúde. Rev Bras Med Esporte 1996; 2: 79-81.
• Clinical Sports Anatomy (Sports Medicine) – 1 Dec 2010 by Andrew Franklyn-Miller
(Author), Eanna Falvey (Author), Paul Mccrory (Author), Peter Brukner (Author).
• Clinical Sports Nutrition Paperback use pre formatted date that complies with legal
requirement from media matrix – 1 Nov 2015 by Louise Burke (Author), Vicki Deakin
(Author)3.
• Exercise Physiology: Theory and Application to Fitness and Performance Scott Powers
(Author), Edward Howley (Author) McGraw-Hill Higher Education; 10 edition (21 Feb.
2017)
• FIMS Sports Medicine Manual: Event Planning and Emergency Care (2011) Ed. .
by: David O'Sullivan .McDonagh MD, Prof. Lyle J. Micheli MD, Prof. Walter R. Frontera
MD PhD, Fabio Pigozzi MD, Katharina Grimm MD, Charles F. Butler MD, Prof. Angela D.
Smith MD, Richard Budgett MD, Costas Parisis MD,Inggard Lereim MD.
• Fu, FH, Stone DA. (eds.). Sports injuries: mechanisms, prevention & treatment. 2nd
edition. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2001.
• Froelicher VF, Myers JN. Exercise and the heart. 4th edition, Philadelphia: WB Saunders,
2000.
• Ghorayeb N, Barros Neto TL (eds.). O exercício: preparação fisiológica, avaliação
médica, aspectos especiais e preventivos. São Paulo: Editora Atheneu, 1999.
• Ghorayeb N, Dioguardi GS. Tratado de cardiologia do exercício e do esporte. São Paulo:
Editora Atheneu, 2006.
• IOC Manual of Emergency Sports Medicine Paperback use pre formatted date that
complies with legal requirement from media matrix – 12 May 2015 by David McDonagh
(Author), David Zideman (Author).
• IOC Manual of Sports Cardiology Paperback use pre formatted date that complies with
legal requirement from media matrix – 16 Dec 2016 by Mathew G. Wilson (Author),
Jonathan A. Drezner (Author), Sanjay Sharma (Author)
• Lazzoli JK, Nóbrega AC, Carvalho T, Oliveira MAB, Teixeira JAC, Leitão MB et al.
Posicionamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte sobre atividade
física e saúde na infância e adolescência. Rev Bras Med Esporte 1998; 4: 107-9.
• Leitão MB, Lazzoli JK, Oliveira MAB, Nóbrega ACL, Silveira GG, Carvalho T et al.
Posicionamento Oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte sobre atividade
física e saúde na mulher. Rev Bras Med Esporte 2000; 6: 215-20.
• Maron BJ, Zipes DP. 36th Bethesda Conference: eligibility recommendations for
competitive athletes with cardiovascular abnormalities. J Am Coll Cardiol 2005; 45:
1313-75.
• Nóbrega, ACL (Ed): Manual de Medicina do Esporte – do Problema ao Diagnóstico. São
Paulo – Editora Atheneu.
• Nóbrega ACL, Freitas EV, Oliveira MAB, Leitão MB, Lazzoli JK, Nahas RM et al.
Posicionamento Oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e da Sociedade
Brasileira de Geriatria e Gerontologia sobre atividade física e saúde no idoso. Rev Bras
Med Esporte 1999; 5: 207-11.
• Oliveira MAB, Nóbrega ACL, eds. Clínicas Brasileiras de Medicina do Esporte – Tópicos
Especiais em Medicina do Esporte: v. 1. São Paulo: Atheneu, 2003.
• Orthopaedic Sports Medicine - Principles and Practice DeLee & Drez and Miller Third
Editinon - Saunders Elsevier – 2009.
• Pancorbo Sandoval, AE. Medicina do Esporte – princípios e prática. Porto Alegre:
Artmed, 2005.
• Pelliccia A, Fagard R, Bjørnstad HH, Anastassakis A, Arbustini H, Assanelli D et al.
Recommendations for competitive sports participation in athletes with cardiovascular
disease – a consensus document from the Study Group of Sports Cardiology of the
Working Group of Cardiac Rehabilitation and Exercise Physiology and the Working Group
of Myocardial and Pericardial Diseases of the European Society of Cardiology. Eur Heart
J 2005; 26: 1422-45.
• Pollock ML, Schmidt DH. Doença cardíaca e reabilitação. 3ª edição. Rio de Janeiro:
Revinter, 2003.
• Revista Brasileira de Medicina do Esporte: artigos publicados nos anos de 2012, 2013,
2014, 2015 e 2016, .
• Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. I Consenso de Petrópolis: Posicionamento
Oficial sobre esporte competitivo em indivíduos acima de 35 anos. Rev Bras Med
Esporte 2001; 7: 83-92.
• Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Diretriz sobre modificações dietéticas,
reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica
e potenciais riscos para a saúde. Rev Bras Med Esporte 2009 - Suplemento; 3: 2-12.
• Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Diretriz sobre morte súbita no exercício e
no esporte. Rev Bras Med Esporte 2005; 11(supl 1): S1-8.
• Team Physician Manual (3rd Edition) 2012 Edited by: Lyle J. Micheli, Fabio Pigozzi, Kai-
Ming Chan, Walter R. Frontera, Norbert Bachl, Angela D. Smith and S. Talia Alenabi.
• The IOC Manual of Sports Injuries: An Illustrated Guide to the Management of Injuries .
in Physical Activity 1st ed.by Tommy Bolic (Illustrator), Roald Bahr (Editor).
• Thompson PD. Exercise & Sports Cardiology. McGraw-Hill, New York, 2001
• Whaley MH, Brubaker PH, Otto RM (eds.). ACSM’s Guidelines for exercise testing and
prescription., 7th edition, Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2006.

 

VI - Recursos de Candidatos Reprovados

Os candidatos reprovados que desejarem, poderão submeter, por escrito, um recurso
à Comissão, que decidirá, em caráter irrevogável dentro do âmbito da SBMEE, sobre a
manutenção ou não do resultado. O prazo para apresentação do recurso é de 72 horas após
a divulgação dos resultados.

 

VII - Emissão do Título de Especialista em Medicina Esportiva

Os candidatos aprovados receberão uma declaração emitida pela SBMEE constando a
data de aprovação. A emissão do TEME estará condicionada ao recebimento da taxa de
confecção, conforme critérios da própria AMB.
São Paulo, 20 de março de 2017.

Dr. Marcos Henrique Ferreira Laraya
Vice-presidente
Presidente da Comissão do TEME
Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte

 

Baixe o edital na íntegra


 

Inscrições abertas a partir de 22 de abril

Preencha a ficha de inscrição e envie, juntamente com seus documentos, para a SBMEE aos cuidados de Neuza Mitsunaga.
Av. Brigadeiro Luis Antônio, 278 – 7º andar – CEP 01318-901
São Paulo-SP
secretaria@medicinadoesporte.org.br